Tecnologia

Pandemia impulsionou digitalização do consumo no Brasil

Fonte - Valor Investe
21/09/2020 14:35
202

Algumas categorias dispararam durante a pandemia, crescendo 50%, 70% e até 100%.

O isolamento social trouxe novos consumidores ao comércio on-line e promoveu mudanças nos sistemas de busca do Google. “Foi uma época de ‘primeiras vezes’”, observa Fabio Coelho, presidente da operação brasileira da empresa de tecnologia.

Algumas categorias dispararam durante a pandemia, crescendo 50%, 70% e até 100%, conta Coelho. Ele cita como exemplo, as categorias de cama, mesa e banho e de hortifruti, que não costumavam ter tantas buscas no comércio on-line.

O executivo diz que as buscas da primeira fase da pandemia podem ser consideradas aquelas da “sobrevivência”, termos como ‘álcool em gel’, ‘computador barato’ ou ‘como sacar o auxílio emergencial’. O segundo momento das buscas tiveram mais a ver com termos ligados a atividades de bem-estar e lazer, ‘como melhorar minha casa’, ‘como fazer sofá mais confortável’ ou ‘televisão’.
 

Ele destaca ainda que a plataforma de vídeos YouTube teve muitos acessos, com o país sendo um dos líderes em lives de artistas. “Ficamos felizes de observar que participamos desse momento e percebemos que isso era bom também para as marcas, que começaram a ver essa variação de hábitos de consumo geravam oportunidades comerciais.”

Para Coelho, essa pode ter sido uma boa oportunidade para a economia brasileira avançar na digitalização. “Essas pessoas que tiveram essa ‘primeira vez’ no ambiente digital agora olham e falam: ‘bom, perdi o medo, agora eu sei fazer’. Passa a ser opcional [consumir on-line]”, diz ele.

Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Esqueceu sua senha?
Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Um e-mail de confirmação chegará em sua caixa de entrada
Cadastrar Login
Cadastrar