Economia

2020: Goiás tem o terceiro maior saldo de empregos de janeiro a setembro

Fonte - Goiânia Empresas
30/10/2020 14:53
193

Dados do Caged mostram também que houve aumento de demissões no Estado nos últimos quatro meses

 

Levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (29), mostra que Goiás foi o terceiro Estado do País com maior saldo de empregos no acumulado de janeiro a setembro deste ano. Período, porém, foi marcado por resultados negativos nos meses de março, abril e maio, que marcam o início da pandemia da Covid-19. A recuperação vem ocorrendo desde junho e setembro foi o mês com maior índice, desde março, com 8.158 novas vagas.

O saldo acumulado de Goiás de janeiro a setembro foi de 13.691 novas vagas de emprego. Número só é menor que o do Pará (21.150) e Mato Grosso (16.298). A variação relativa no Estado foi de 1,12%. No total, foram 348.478 admissões e 334.787 demissões nesses meses do ano. Para o secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Adonídio Neto, números apontam que Goiás pode ser o primeiro a sair da crise do novo coronavírus.

Dados

Apesar do saldo positivo, em setembro Goiás apresentou o maior número de demissões desde Abril. Naquele mês 43.043 pessoas foram demitidas. Desde então esse número caía. Em maio, para ter uma ideia, foram 32.148 desligamentos. Entretanto, em setembro, a quantidade de pessoas que perderam seus empregos passou para 37.029.

O número, entretanto, ainda está abaixo da quantidade de demissões realizadas nos meses de março e abril, auge da pandemia. O saldo no Estado nesses dois meses e em maio foi negativo, porque vieram acompanhados de uma baixa admissibilidade.

Em abril, por exemplo, foram admitidas 23.849 pessoas em Goiás. O número continuou abaixo de 30 mil em maio e só voltou a superar essa marca em junho, quando o Estado registrou o primeiro saldo positivo de empregos desde o início da pandemia. Em setembro, foram realizadas 45.187 admissões.

Foi o quarto mês consecutivo de saldo positivo em Goiás. Em junho o saldo foi de 3.749 vagas; julho, 6.172; julho, 7.328 e agora em setembro, 8.158. Já no mês de janeiro o saldo foi de 7.917 e em fevereiro, 11.502. Nos demais meses o resultado foi negativo: março (-2.190), abril (-22.038) e maio (-5.730).

(Foto: Reprodução/Caged)

Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Esqueceu sua senha?
Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Um e-mail de confirmação chegará em sua caixa de entrada
Cadastrar Login
Cadastrar