Institucional

Câmara de Comércio Exterior da Acieg tem novos diretores

Fonte - Diário da Manhã
30/10/18 17:41
443

Incremento do turismo rural está nas cogitações da câmara setorial

A Câmara de Comércio Exterior da Acieg (Comex) tem dois novos diretores. São eles: Kelson Costa, diretor de Capacitação Profissional, e Crismaria Veloso da Silva, diretora de Mineração. O objetivo da medida é dinamizar mais os diferentes segmentos do comércio, provocando inclusive maior interação e abertura com o público.

O presidente da Acieg, Euclides Siqueira, e a presidente da Comex, Andrea Fiúza, deram as boas-vin­das aos novos diretores e deseja­ram sucesso.

A Comex foi criada pelo pre­sidente Euclides Siqueira, ob­jetivando estreitar as relações e atuações de diferentes órgãos go­vernamentais e entidades relati­vas ao comércio exterior de bens e serviços, com o papel de pro­mover o setor produtivo do Esta­do, inclusive o de turismo. Os no­vos dirigentes recém empossados veem amplas possibilidades de incremento do turismo em Goiás.

Há um novo governo a assu­mir e Kelson Costa, que passa a ocupar a câmara de Capacita­ção Profissional, vê possibilida­des de trabalho conjunto para in­crementar o turismo no Estado. A tendência é dar um incremen­to ao turismo rural, envolvendo a Secretaria do Turismo, a Emater e sua rede de escritórios locais, o Senar, o Sebrae, entre outras insti­tuições. Segundo ele, essa prática tem dado certo no exterior, sobre­tudo em países da Europa, como Espanha, Portugal e França.

“Goiás detém uma gastronomia rica no interior e podemos levar tu­ristas do mundo inteiro para as di­ferentes regiões goianas”, relata Kel­son ao Diário da Manhã. A ideia é chamar a atenção para as fazendas, onde o turista e sua família podem ver como se cria animais domésti­cos e como remover os ovos da gali­nha no poleiro. O almoço ou a janta na própria fazenda, com carnes de frango e de suínos à maneira goia­na. E claro, o tradicional churrasco.

Kelson lembra que no Brasil, os gaúchos já praticam o turismo ru­ral na região serrana, onde sobres­sai o vinho, a colheita da uva, além da comercialização de “lembran­cinhas”. “Goiás pode fazer isso”, re­sume, observando que com esse incremento, os pequenos produ­tores poderão obter uma renda ex­tra em seus negócios. Essa política envolveria, ainda, a rede hoteleira de Goiânia e outras cidades inte­rioranas, os taxistas do aeroporto e das estações urbanas ao centro, en­tre outras atividades econômicas.

PROJETOS EM FOCO

Para isso a presidente da Câ­mara, Andrea Fiúza, e os novos diretores estão com diversos pro­jetos a serem implementados. “O comércio exterior, exportação e importação, é um grande dife­rencial competitivo para o Esta­do de Goiás. Nosso foco será as feiras internacionais e regionais, rodadas de negócios, implanta­ção de incubadoras, assessoria e consultoria, startups e a capacita­ção profissional para atender ao novo sistema eletrônico de expor­tações e a legislação fiscal e tribu­tária. O setor de mineração é uma das pautas que será promovida pela nossa diretora Crismaria,” destacou o diretor Kelson Costa.

A Comex Acieg manterá alian­ças e busca estreitar as relações estratégica, com a Câmara de Comércio Exterior (Camex) que reúne os Ministérios do Desen­volvimento, Indústria e Comércio Exterior, da Fazenda, do Planeja­mento, Orçamento e Gestão, das Relações Exteriores, da Agricul­tura, Pecuária e Abastecimento, a Casa Civil da Presidência da Re­pública e o Ministério do Desen­volvimento Agrário e a APEX Bra­sil Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

Texto: Wandell Seixas

Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Esqueceu sua senha?
Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Um e-mail de confirmação chegará em sua caixa de entrada
Cadastrar Login
Cadastrar