Mercado

Construtoras recebem peça teatral para comemorar Dia Internacional da Mulher

Fonte - Assessoria de Comunicação
10/03/17 16:58
275

Foram abordados o valor da mulher no mercado de trabalho, dificuldades no seu dia-a-dia, desafios profissionais, preconceito de gênero e violência doméstica

Apesar de ser um ambiente ainda eminentemente frequentado por homens, o Dia Internacional da Mulher também foi comemorado nos canteiros de obras.


Em Goiânia, duas construtoras usaram o teatro para abordar temos como o valor da mulher no mercado de trabalho, dificuldades no seu dia-a-dia, desafios profissionais, preconceito de gênero e violência doméstica.

No canteiro de obras do Residencial Persona Bueno By Brasal, no setor Bueno, uma esquete encenada por atores do Serviço Social da Indústria (Sesi) apresentou a peça “Mulher: sexo forte” para 54 operários, entre eles apenas quatro eram mulheres. De acordo com a analista de relações com o mercado do Sesi, Dynelle Santana, o intuito da peça é levar uma mensagem de reflexão a homens e mulheres. “Na esquete os atores interagem com os homens que estão assistindo, para mostrar que eles têm um papel de proteção e respeito às mulheres, nunca o contrário disso”, explica.

A mesma peça foi encenada na sede administrativa da Dinâmica Engenharia, no Setor Sul. Para a assistente de marketing da empresa, Joice Chagas, a apresentação foi uma oportunidade para que as mulheres vejam a data, não apenas como mais um dia para se ganhar presentes, mas sim um momento para que todos reflitam sobre o papel da mulher à frente da sociedade e elas mesmas se reconheçam como protagonistas da sua história.”Hoje podemos ser o que quisermos, e essa peça mostrou um tema muito forte, que abordou aspectos importantes a serem discutidos. Queremos que mulheres e homens vejam essa transição que estamos vivendo hoje. Há um redesenho do nosso papel perante a sociedade”, avalia Joice.

A engenheira da obra do Residencial Persona Bueno By Brasal, Sarah Stefan de Paiva Rabelo, conta que a encenação da peça foi uma experiência positiva para homens e mulheres do canteiro. Ela conta que muitos operários, saíram da apresentação com planos para comemorar o Dia da Mulher com suas esposas, filhas ou mães. “Muitos nem se lembravam ou nem tinham dito nada para elas antes de sair de casa. Depois do teatro alguns disseram que iriam comprar presentes e achar alguma forma de demonstrar esse carinho para as mulheres de suas vidas”, conta.

Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Esqueceu sua senha?
Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Um e-mail de confirmação chegará em sua caixa de entrada
Cadastrar Login
Cadastrar