Empreendedorismo

Em Goiás, a Semana do microempreendedor individual deve atender cerca de oito mil empreendedores

Fonte - Assessoria de Imprensa
04/05/17 17:20
289

Durante a semana, Sebrae e parceiros vão estar em 123 municípios goianos para realizar uma programação com mais de 300 ações de capacitação e 1.100 horas de atividades

De 8 a 13 de maio de 2.017, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) realizará a Semana do Microempreendedor Individual (MEI) para atender todas as pessoas interessadas em formalizar uma atividade, receber orientações, atendimentos e participar de capacitações específicas.

Em Goiânia, o Sebrae Goiás realizará as atividades na Vila Cultural Cora Coralina (ao lado do Teatro Goiânia), no Centro, horário integral. Em Goiás serão realizadas mais de 300 capacitações (oficinas, cursos, palestras), em 123 municípios, com mais de 1.100 horas de programação e com uma expectativa de atender cerca de 7.550 pessoas.

O evento é voltado para potenciais empreendedores e empreendedores que já se formalizaram. Eles podem aproveitar para regularizar pendências da empresa, como o preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-MEI), a emissão de boletos mensais do Documento de Arrecadação Simplificada (DAS-MEI), e alterações ou baixa do CNPJ. Quem ainda não é MEI e quer se formalizar também contará com a ajuda da instituição. Em caso de dúvidas, os técnicos do Sebrae estarão disponíveis para consultas e orientações empresariais.

O Sebrae conta com parceiros fundamentais para realizar a semana do MEI, com destaques para as entidades empresariais, Sistema "S", instituições e órgãos municipais (prefeituras), estaduais e federais, instituições financeiras e todas as 13 entidades que compõem o Conselho Deliberativo Estadual (Agência Goiás Fomento, AGPE, BB, Caixa, Fieg, Facieg, Faeg, Fecomercio, FCDL, SED, Segplan, UFG e Sebrae).

O Brasil já possui cerca de 6,7 milhões de MEI, dos quais cerca de 245 mil estão em Goiás. "Em sete anos de existência o MEI já responde por milhões de novos negócios no Brasil. São números extremamente significativos, pois mudaram a realidade de milhares de pessoas que puderam abrir o seu negócio e que, em certos casos, puderam ofertar mais uma vaga de emprego. Se calcularmos que cada MEI pode empregar uma pessoa, só aí já são perto de 12 milhões de pessoas trabalhando na economia formal. Outros impactos positivos que, ao se tornar MEI, os empreendedores receberam foram os seguintes: 75% deles conquistaram melhores condições de negociação junto aos seus fornecedores; 66% aumentaram suas vendas e 40% passaram a vender seus serviços e produtos para outras empresas", relata do Diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro.

Os segmentos de negócios em que existem mais microempreendedores individuais são, pela ordem, vestuário, beleza, construção, alimentos e bebidas. O Sebrae já realiza esta programação desde 2.010, sendo que, até em 2.016 já foram realizados mais de 900 mil atendimentos e mais de 160 mil capacitações por meio das Oficinas SEI (sei vender, sei comprar, sei planejar, sei controlar meu dinheiro, sei formar preço).

A semana será bem movimentada e o Sebrae e parceiros vão levar todos os seus serviços ao público para apoiá-lo com informações e orientações que contribuam com o seu negócio, além de ser uma oportunidade para os empreendedores se atualizarem sobre seus benefícios e obrigações. Montenegro lembra ainda que, "a figura jurídica do microempreendedor individual, aquele que fatura até R$ 60 mil/ano, tem sua base legal na lei complementar 128/2008 que criou a figura do Microempreendedor Individual (MEI), em vigor desde 1/7/2009. Ele é o trabalhador conhecido como informal e que pode se tornar um Microempreendedor Individual legalizado e passar a ter o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), o que proporciona a formalização do seu negócio e esta pessoa conquistou sua cidadania empresarial, além de ter o CNPJ, ele pode emitir nota fiscal e obter crédito com taxas mais acessíveis", completa Montenegro.

Já são cerca de 600 categorias de MEI, dentre as quais estão o adestrador de animais, agente de viagens, alfaiate, animador de festas, humorista e contador de histórias, oleiro, salgadeira, vendedor ambulante de produtos alimentícios e verdureiro. O Sebrae ajuda o MEI a organizar o seu negócio. A instituição orienta e assessora todos os empreendedores que já formalizaram ou que tenham o interesse de formalizar a sua atividade, por meio de atendimento, capacitações e acompanhamento dentro das empresas por meio de um programa denominado negócio a negócio. As entidades e instituições parceiras não estão medindo esforços para prestar um serviço de qualidade e estar em pontos estratégicos e de fácil acesso para que todos possam participar da programação. As inscrições estão abertas pela Central de Relacionamento Sebrae no 0800 570 0800 ou pelo site www.sebraego.com.br

Serviço: Semana do MEI (MIcroempreendedor Individual)

Data: 8 a 13/5/17

Horário: período integral (das 8h às 23h)

Local: em 123 municípios goianos. Em Goiânia: Vila Cultural Cora Coralina - ao lado do Teatro Goiânia - Centro.

Programação: www.sebraego.com.br

Inscrições gratuitas

Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Esqueceu sua senha?
Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Um e-mail de confirmação chegará em sua caixa de entrada
Cadastrar Login
Cadastrar