Economia

Balança comercial: superávit de US$ 2,72 bi

Fonte - G1
02/02/17 11:00
301

No mês passado, exportações somaram US$ 14,91 bilhões e, importações, US$ 12,18 bilhões, informou o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC)

As exportações brasileiras superaram as importações (superávit) em US$ 2,72 bilhões em janeiro de 2017, informou o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) nesta quarta-feira (1º).

Trata-se do maior saldo positivo para meses de janeiro desde 2006 (US$ 2,83 bilhões). Deste modo, foi o melhor resultado para o mês em 11 anos. O superávit de janeiro de 2017 também foi o segundo maior da série histórica, que tem início em 1989.

Exportações e importações

O governo informou que, em janeiro, as exportações somaram US$ 14,91 bilhões, com média diária de US$ 677 milhões e aumento de 20,6% sobre o mesmo mês do ano passado.

Nesta comparação, avançaram as vendas externas de produtos básicos (+30%), seminanufaturados (+27,5%) e também de manufaturados (+7,4%).

Já as importações também cresceram em janeiro, mas em menor proporção: US$ 12,18 bilhões, com média diária de US$ 553 milhões, alta de 7,3% sobre janeiro de 2016.

Avançaram, nesta comparação, as importações de bens intermediários (+22,8%), de combustíveis e lubrificantes (+15,8%) e de bens de consumo (+2,8%), mas recuaram as aquisições de bens de capital, que são as máquinas e equipamentos para produção (-40,1%).

Preço X quantidade

Segundo informações do Ministério da Indústria, o saldo positivo da balança comercial, em janeiro deste ano, foi influenciado principalmente pelo aumento dos preços dos produtos vendidos pelo Brasil ao mercado externo.

Os preços dos produtos exportados subiram 20,1% na comparação com janeiro do ano passado, ao mesmo tempo em que a quantidade exportada avançou apenas 0,5%.

Do lado das importações brasileiras, os preços dos produtos comprados do exterior recuaram 1,7% na comparação com janeiro de 2016, enquanto que a quantidade dos produtos importados avançou 9,2%.

“O preço das mercadorias [exportadas] motivou bastante, principalmente os preços de produtos básicos. Janeiro de 2016 foi o vale [patamar baixo] da série, o menor nivel de preços em cerca de dez anos. Quando você compara com janeiro do ano passado, as taxas de variação são bem significativas”, avaliou o diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do Ministério do Desenvolvimento, Herlon Brandão.

Estimativas para 2017

A expectativa do mercado financeiro para este ano é de pequena queda no superávit comercial na comparação com 2016, segundo pesquisa realizada pelo Banco Central com mais de 100 instituições financeiras na semana passada.

A previsão dos analistas dos bancos é de superávit de US$ 45,1 bilhões nas transações comerciais do país com o exterior em 2017. No ano passado, o saldo positivo somou US$ 47,7 bilhões e bateu recorde.

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços estimou que o superávit comercial deste ano vai ficar ao redor de US$ 47 bilhões – mesmo saldo positivo do ano passado. “Pode ser um pouco a mais, um pouco a menos. É um pouco cedo para traçar. Falar com certeza seria prematuro”, disse Brandão, do MDIC.

Já o Banco Central prevê um superávit da balança comercial de US$ 44 bilhões para este ano, com exportações em US$ 195 bilhões e importações no valor de US$ 151 bilhões.

Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Esqueceu sua senha?
Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Um e-mail de confirmação chegará em sua caixa de entrada
Cadastrar Login
Cadastrar