Tecnologia

Goiás substituirá frota locada de veículos por aplicativos

Fonte - Jornal O Hoje
17/07/17 14:50
836

O modelo deverá gerar uma economia de aproximadamente 30% com os gastos com deslocamento de funcionários do Poder Executivo

O governo de Goiás, por meio da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), prepara um processo licitatório para substituição de parte da frota locada por serviços prestados por aplicativos de transportes (como Uber, 99 Taxi, Easy Taxi e similares).

O modelo, já adotado pelo Governo Federal e pela Prefeitura de São Paulo, deverá gerar uma economia de aproximadamente 30% com os gastos com deslocamento de funcionários do Poder Executivo durante o trabalho na Região Metropolitana de Goiânia.

A previsão é que a licitação esteja concluída até o final de outubro, quando as secretarias poderão adotar o sistema. O projeto-piloto, batizado de TáxiGO, será implantado inicialmente no Corpo de Bombeiros, Casa Civil, Controladoria-Geral do Estado, Defensoria Pública, Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeg), GoiásPrev, GoiásTurismo, Iquego, Procuradoria-Geral do Estado, Saneago, Vice-governadoria e as secretarias da Saúde, do Desenvolvimento, da Educação e a de Gestão e Planejamento.

Cada secretaria ou órgão estimou o número de quilômetros anuais a serem utilizados via TáxiGO. A maior projeção é da Secretaria da Saúde, que projeta rodar 2,4 milhões de quilômetros com o novo sistema, em substituição a carros locados pela pasta. No total, o projeto-piloto chegará a 4,6 milhões de quilômetros rodados.

A previsão de economia de 30% nos custos ocorre por causa da redução de gastos com locação e combustível, do aproveitamento de servidores que hoje atuam como motoristas em outras funções e logística. Outra vantagem é que elimina-se o tempo em que a frota locada fica ociosa. Por fim, também há um controle mais eficiente da utilização de veículos em serviço.

A licitação utilizada será o Pregão Eletrônico por Registro de Preço, na modalidade menor preço, e o processo está hoje na Advocacia Setorial da Segplan. O preço-base para as ofertas será a tarifa de táxi praticada em Goiânia e a empresa vencedora será aquela que apresentar o maior desconto em cima dela.

Durante a elaboração do edital, a Segplan realizou reuniões com cooperativas e sindicatos de taxistas de Goiânia. Uma das exigências técnicas é que os motoristas cadastrados no aplicativo vencedor participem de cursos de capacitação para atendimento das demandas do Estado.

Com informações da Segplan

Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Esqueceu sua senha?
Cadastro Login
Acesse com sua rede social
ou
Um e-mail de confirmação chegará em sua caixa de entrada
Cadastrar Login
Cadastrar