A importância da Inteligência Empresarial e Segurança Cibernética

Publicado por Acieg em 13 de maio de 2022

Estamos preparados para um ataque cibernético ou ciberterrorismo? Muitos ainda nem sabem como responder a desastres, incêndios e enchentes.  A pandemia mudou o cenário de muitas empresas, que foram obrigadas a transferir suas atividades presenciais para os ambientes virtuais, permitindo uma adaptação à nova realidade. Todavia, evidenciou um problema até então pouco tratado: os ciberataques.

Os empresários estão cada vez mais preocupados com os Hackers. Mais de 80% das empresas brasileiras sinalizaram o aumento dos investimentos com segurança cibernética em 2022.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e suas consequências para os vazamentos de dados dos consumidores, foi um dos fatores decisivos nessa mudança da mentalidade corporativa sobre o assunto.

A Inteligência Corporativa cresceu significativamente de importância para a adoção de práticas que possam identificar de maneira precoce as ameaças. A resiliência de dados, que é a capacidade de proteção e recuperação de atividades destrutivas, tornou-se um componente fundamental para os planos estratégicos das organizações.

 

Por: Marcelo Vilanova, presidente do Conselho Setorial de Segurança da Acieg.