Pós-graduação tem aumento de 74% em alunos inscritos

O número de matrículas saltou de 683 mil para 1,2 milhão entre 2019 a 2020

Publicado por Acieg em 12 de novembro de 2021

Pensar em uma especialização é um requisito cada vez mais importante para inserção de profissionais no mercado. Mas, escolher uma pós-graduação ou um Master in Business Administration (MBA) é um processo que causa dúvidas e, muitas vezes, pode se tornar um investimento de risco. 

Buscando compreender quais seriam os critérios que um aluno deve seguir no momento de escolher a pós-graduação lato sensu ou MBA, a Acieg entrevistou o coordenador de graduação e pós-graduação do Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiás (Ipog-GO), Marcos Bertolino. 

Bertolino é engenheiro químico e especialista em gestão de processos e ambiental com experiência de 25 anos no mercado produtivo. 

Alta procura

De acordo com uma pesquisa feita pela Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp), o número de alunos matriculados em especialização lato sensu ou MBA, em 2020, cresceu cerca de 74%, em comparação com 2019.  Passando de 683 mil alunos a quase 1,2 milhão de inscritos. 

Segundo o gestor, esse crescimento se traduz em um momento em que vários profissionais tiveram que refletir sobre suas trajetórias de carreira em meio às restrições sanitárias.

“As pessoas compreenderam, ao passar a trabalhar em home office,  a necessidade de ficarem antenadas às tendências que o mercado de trabalho exigirá em um momento pós-pandemia”.

Marcos ainda destaca que além dessa reflexão, houve profissionais buscando outros caminhos e especializações diferentes das suas atividades profissionais exercidas antes da pandemia da covid-19.  

Os critérios no momento da procura  

O coordenador de graduação e pós-graduação do Ipog pontua que no momento da escolha o pós-graduando deve ter dois pontos em mente. O primeiro é a credibilidade da instituição e verificar se a grade curricular será útil na futura atuação ao mercado. 

Ele destaca a importância da instituição de ensino ter credibilidade não apenas entre os alunos, como perante à sociedade. Para ele, esse é um fator chave para que cursos tenham sucesso. 

“Nós precisamos entender a dinâmica do mercado para só então ajustarmos o conteúdo para os alunos. Assim, buscamos um diálogo, também, com os estudantes para sentir como será  a absorção e o que pode ser feito para aperfeiçoar a interlocução entre educação e o mercado”, destaca Bertolino. 

O segundo passo é buscar professores que tenham imersão e vivência prática do mercado. Bertolino frisa que esse requisito faz diferença, mas pontua que a avaliação curricular ainda deve ser um aspecto a ser avaliado.  

“Quando se alia um currículo de referência à experiência profissional, o pós-graduando irá, certamente, contar com a formação que o insere da melhor maneira no mercado de trabalho”, pondera. 

Marcos Bertolino destaca que uma das pós-graduações que mais recebeu procura no último ano foi a de Gestão da Qualidade. Isso porque, segundo ele, a especialização possui várias vertentes de ensino e atuação, o que possibilita profissionais de áreas diferentes cursarem especialidade.

Por meio de uma parceria entre a Acieg e o Ipog, os associados da entidade possuem descontos de 15% para os cursos ofertados pelo instituto. Os interessados devem entrar em contato com o Ipog através do telefone: (62) 3945-5050.

Foto: Pexels/Reprodução