Varal com mensagens otimistas será montado na calçada do Colégio Agostiniano

Publicado por Acieg em 14 de setembro de 2021

Ação, que será realizada amanhã, é uma várias realizadas para trabalhar a Campanha Setembro Amarelo

Às vezes basta uma mensagem positiva para mudar nosso dia. Ciente disso, Colégio Agostiniano está realizando uma série de ações para debater a Campanha Setembro Amarelo. Uma delas é o Varal da Vida, que será montado amanhã (14), na parte externa da escola.

Trata-se de um varal com mensagens otimistas escritas pelos próprios alunos para que quem esteja passando pelo local possa pegar umas delas para si. A ação, que já vinha sendo realizada dentro da escola, se estenderá para a toda a comunidade de forma que aqueles que passarem pela região também participem.

É uma oportunidade de demonstrar apoio por meio de mensagens de amizade e carinho que podem melhorar o dia de alguém.  Segundo a coordenadora do Colégio Agostiniano, Líllian Donzelli, a campanha tem como recorte a promoção à vida. “A geração da vida não acontece somente a partir de uma gestação, mas do impacto de nossas ações na vida de alguém. Podemos ser geradores de vida e ânimo com gestos simples, influenciando positivamente nós próprios e quem está ao nosso lado”.

Além do Varal da Vida, o Colégio Agostiniano está realizando várias outras ações:

  • Abraço pela Vida (15/09): alunos, professores e colaboradores estarão em torno do quarteirão da escola, às 9 horas, simbolizando um abraço gigante. Não haverá toque, respeitando o distanciamento necessário em tempos de Covid, mas o ato representará a união e o companheirismo como sinais de uma vida saudável.

 

  • Biblioteca Humana (20 a 24/09): esse projeto propicia aos estudantes experiência semelhante à escolha de um livro em uma biblioteca. Os alunos poderão escolher uma das pessoas disponíveis para escutar a sua história de vida e, assim, ampliar sua empatia e solidariedade ao conhecer a história de vida do outro.

 

Ações sociais

Durante todo mês, os alunos do 6º ano vão gravar histórias literárias que serão transformadas em podcasts e disponibilizadas às pessoas assistidas em um asilo. Como as visitas a essas instituições estão suspensas devido à pandemia, a escola encontrou uma forma de estar próxima a esses idosos, que por muitas vezes se sentem só.

Os alunos do 7º ano irão confeccionar cartões com mensagens de acolhimento e conforto para os colaboradores do Colégio que perderam familiares vítimas da Covid em um exercício de empatia.

Oficinas de artesanato

Neste mês, o Colégio Agostiniano também realizará a oficina “Não corte, costure!”, um ambiente de acolhimento aos alunos, de partilha e ocupação produtiva. “Queremos criar um espaço terapêutico para os adolescentes que emocionalmente encontram-se adoecidos e alguns que se automutilam na tentativa de aliviar a sua angústia e a ansiedade”, conta Donzelli.

A ideia é promover encontros semanais com uma hora de duração, dando a oportunidade de os alunos expressarem seus sentimentos por meio da produção de artesanato. O trabalho será doado às crianças do Hospital Araújo Jorge.